a noite e a lua em mim....



"Estou aqui, de madrugada sem sono
Vi a lua nascer hoje, segui com o olhar o seu percorrer
E mesmo com o lindo luar o meu pensamento não estava lá

Sinto-me idiota esperando um sinal seu... pois sei que ele não vem
Explico pra mim mesma que a sua voz não vai encher meus ouvidos
E nem suas mãos percorrer meu corpo...
E mesmo assim me convenço de que cada vez mais me encontro perdida 
Num olhar que só existe em minha lembrança
No gosto ausente de sua boca em mim...

Os meus olhos transbordam de vida, que escorre pelo meu rosto 
Tentando encontrar o caminho que saciaria a sua sede
E mesmo assim me convenço de que cada vez me encontro perdida
Nas palavras que me envolveram e criaram em mim o deleite de um dia 

E agora, o que faço com tanto amor, com tanta emoção que não cabe em mim 
Devo persistir em sonhar, ou apenas acordar?
E a dor que salta o peito, que me envolve de um jeito que só você pode aplacar...

Sei, estou parecendo uma boba, criando versos pra você me notar
Sei, nada vai adiantar... Fica apenas a certeza de que os meus olhos ao olhar pra lua
Inundarão a minha fronte com as lagrimas de um não sei. 

Pergunto-me mil vezes porque deixei você entrar? Se meu jardim estava fechado a espera da promessa que tarda...
Porque fui me apaixonar, se hoje continuo dormindo sob a lua sem nenhuma companhia?

Sei, você vai rir... e com certeza não saberá o que fazer
Digo apenas que a lua não poderá te responder... pois sua face me contempla chorando por você."

Postagens mais visitadas deste blog

Decisão

Transformação

Bobagens da decepção