Busca

Sigo suada esse caminho seco de vida
fugindo de mim para em ti me encontrar
tentando, desesperadamente me embriagar em sua vida
e preencher em mim o espaço que só você pode ocupar 

e nesse caminho que desconheço 
encontro as pedras que me contam sobre você
transcrevendo trechos de conversas trazidas pelo vento
palavras que foram ditas a outras
sentido que se perdeu no tempo...

as intempéries não modificam meu querer
apenas me enchem de coragem para enfrentar
a escuridão do caminho
as íngremes ruas 
os obstáculos á minha frente

vou assim com coragem e dor
medo e sofrer te entregando só um pedacinho,
o pouco que consegui reconstruir

renasço na esperança de chegar
me alegro com a expectativa fiel
me encho de ti em mim 
e me encontro a final...

Postagens mais visitadas deste blog

Decisão

Transformação

Bobagens da decepção